| Eu por mim |

Rio de Janeiro
35 anos
capricorniana
mãe do Jota
FELIZ
bem-resolvida




| É passado... |


O óbvio
Fatos virtuais de uma realidade surreal
O tempo É meu amigo!
Da série: Rir pra não chorar
Um recadinho...
A parte II subiu no telhado...
Alguma coisa acontece no meu coração...
Já chegou a primavera, Mas não vejo as flores. Não...
E eles não foram felizes para sempre...
Destino


| Arquivos |


Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Julho 2006
Outubro 2006
Novembro 2009
Dezembro 2009


| Tô aqui também |

Reunião de Blogs
Metendo o Pau!


| Tops |

Aposentados
Bobby Bishop
Cafajeste (quase) Arrependido
Doutores da Alegria
Maldita Honey
Malvados
MusicalMente
Neurons & Shits
O que me define?
Pensar Enlouquece
Ponto Cego
Porta Curtas
Queer Closet
Quem no cosmos?
Se minha cama falasse...
Sopa de Letrinhas
Vai Chegando
ZeroK Begins





| A música do momento |


Ronald is Assassin
Search the Key

Fuck your health, fuck your body
Your life for me is not nothing
I want to vitiate you with my food

Come to hell with me
I love see you so heavy
Don’t see me like assassin
I am Ronald Mc`Donald and
I am just making my job

Please, come eat my delicious potato
Please, come eat my delicious hamburger
Yeah! Listen-me! Don’t eat on Bob`s!

Ronald is assassin
I love see you eat my food
Ronald is assassin
Come to hell with me
Assassin, assassin, assassin…

| Estatística |




on line



| Créditos |


Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Bravenet.com

LAYOUT BY CAFA ARREPENDIDO


Layout melhor visualizado em 800 X 600 pixels e I.E. 5 ou superior.



| sexta-feira, março 31, 2006 |


The day after

Ai ai pessoas, cá estou. Morta e falecida, cansada pra caramba. Quem mantém contato comigo fora daqui sabe que nas últimas duas semanas eu tava até a última ponta de trabalho, tudo em função de uma festa que meu querido chefe (salve, salve) resolveu fazer, uma vernissage de um amigo. Fiquei esses dias trabalhando no mailing, fazendo contatos, aprovando orçamentos, essas coisas.

Ontem finalmente aconteceu a tão esperada festa. Foi um mega evento, graças a Deus. Deu tudo super certo, as pessoas certas, tudo perfeito. Nem a chuva conseguiu atrapalhar, foi realmente um espetáculo.

E como era um evento de arte bancado por gente da alta, tinha dois grupos engraçados, e, como eu disse aos amigos, fáceis de identificar: os esquisitos eram os artistas, e os arrumadinhos eram a high society.

A festa tava marcada pra 19hs, e lá estava eu toda mondronga às 18:55 deixando a poderosa lista da portaria, aquela que continha o nome do povo convidado. Depois corri pra casa da minha santa chefita, que me explora mas me ama, pra me arrumar. Banho tomado, maquiagem levinha, e lá fomos nós duas pra badalação.

Festa no iniciozinho, produção enlouquecida, coisinhas pra ajustar, corre no Antiquarius pra comprar uísque pro chefão porque o uísque da festa ainda não tinha chegado, essas coisas. A Dj Mary Zander no comando, um lounge delicioso... Eu comecei tomando uma capinha de maracujá (que tava uma delícia por sinal), mas desisti. Toda hora o canudinho ficava entupido de caroço, caramba! Uísque naquele calor também não rolava... tive que cair dentro na cerveja mesmo né. E o buffet era todo de comida chinesa e japonesa, delícia. Queimei a língua no rolinho primavera e só percebi hoje... Hoje estou casa, por sinal, me recuperando da bagaça.

Muita gente bacana, legal, bonita, muita risada, comida, bebida, música... eu faria esse sacrifício ao menos uma vez por semana =P

Eu sei que tá meio assim, no details, mas desculpa que eu tô com sono, e hoje à noite ainda tem mais fervo, ok? FUI


Postado por Tati às 16:21