| Eu por mim |

Rio de Janeiro
35 anos
capricorniana
mãe do Jota
FELIZ
bem-resolvida




| É passado... |


Ejaculação Precoce
O Juiz, a Polícia e o Malandro
Hellooooooooooooooo
Vergonha
Descobertas
Existe vida além da internet
The day after
O óbvio
Fatos virtuais de uma realidade surreal
O tempo É meu amigo!


| Arquivos |


Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Julho 2006
Outubro 2006
Novembro 2009
Dezembro 2009


| Tô aqui também |

Reunião de Blogs
Metendo o Pau!


| Tops |

Aposentados
Bobby Bishop
Cafajeste (quase) Arrependido
Doutores da Alegria
Maldita Honey
Malvados
MusicalMente
Neurons & Shits
O que me define?
Pensar Enlouquece
Ponto Cego
Porta Curtas
Queer Closet
Quem no cosmos?
Se minha cama falasse...
Sopa de Letrinhas
Vai Chegando
ZeroK Begins





| A música do momento |


Ronald is Assassin
Search the Key

Fuck your health, fuck your body
Your life for me is not nothing
I want to vitiate you with my food

Come to hell with me
I love see you so heavy
Don’t see me like assassin
I am Ronald Mc`Donald and
I am just making my job

Please, come eat my delicious potato
Please, come eat my delicious hamburger
Yeah! Listen-me! Don’t eat on Bob`s!

Ronald is assassin
I love see you eat my food
Ronald is assassin
Come to hell with me
Assassin, assassin, assassin…

| Estatística |




on line



| Créditos |


Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Bravenet.com

LAYOUT BY CAFA ARREPENDIDO


Layout melhor visualizado em 800 X 600 pixels e I.E. 5 ou superior.



| quinta-feira, junho 23, 2005 |


Existe um ditado que diz que "depois da tempestade vem a bonança". Eu acredito nisso. Sempre que a coisa tá feia, penso que os tais 'dias melhores virão'. E eles sempre vem.

Sou otimista por natureza, não posso negar. E gosto disso.

Estou numa fase meio tumultada, muito trabalho, provas na faculdade, e uma ligeira 'dolorência' no coração... mas acredito que esses momentos conturbados contribuem enormemente na solidificação do caráter e vão reconstruindo o ser, dia após dia.

Me perdoem a ausência. Eu vou voltar logo, e renovada.

E que venham as mudanças!


Postado por Tati às 11:01




| quinta-feira, junho 16, 2005 |


A gente vive conhecendo gente, né não? Eu adoro, amizades novas e saudáveis são sempre benvindas. Mas a pessoa que eu não canso de conhecer cada dia mais um pouquinho sou EU.

Eu me conheço, lógico, e melhor do que ninguém (eu acho). Mas não totalmente, e isso é ótimo.

Às vezes me surpreendo (positivamente ou não) com minhas próprias atitudes e reações.

Ontem aconteceu um lance bacana, que uma amiga tava querendo muito, e eu pude contribuir pra concretização.

Estou muito feliz. Feliz por ter participado disso e mais ainda, por perceber o quanto me deixa feliz ver as pessoas felizes.

Parabéns
querida. Um novo tempo se anuncia.


Postado por Tati às 16:30




| quinta-feira, junho 09, 2005 |


Eu não costumo ver o programa 'Pânico na TV'. Não que eu não goste, mas o domingo passa tão rápido e eu sempre esqueço. Mas às vezes consigo ver um pedacinho, e como todo mundo fala do programa, não tem como não ficar sabendo. Mas nesse domingo eu não posso perder. A turma do Pânico foi pra Brasília aproveitar a onda do escândalo do Mensalão...

Turma do Pânico na TV distribui "cheques" em Brasília
As "sandálias da humildade" foram trocadas pelo "cheque do mensalão". A equipe do programa humorístico Pânico na TV foi a Brasília nesta quarta-feira para abordar engravatados que passavam pela Câmara dos Deputados, aproveitando a onda da nova crise política que abalou o governo.
Os comediantes da Rede TV! Wellington Muniz, Vinícius Vieira e Carlos Alberto estavam vestidos de terno e gravata, todos de peruca, imitando o presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE), o deputado Enéas Carneiro (Prona) e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, respectivamente, para as câmeras.
No anexo dois da Câmara, os seguranças se movimentaram para impedir o acesso dos humoristas ao local de entrada e saída dos parlamentares.
Os três correram atrás do carro em que estava o ex-presidente da Câmara, o deputado João Paulo Cunha, segurando um cheque gigante de R$ 30 mil, com as inscrições Banco Mensalão S.A.
Eles faziam alusão às denúncias de corrupção feitas pelo presidente do PTB, deputado Roberto Jefferson, de que o PT pagava mesada a deputados do PL e do PP em troca de apoio político.
Os comediantes perguntaram ao deputado: "o senhor não recebeu o mensalão? Se não recebeu é porque é trouxa." O personagem que imitava Severino dizia as pessoas: "o senhor já esteve no meu salão (mensalão)? Lá eu corto o cabelo e faço a unha."
Segundo a equipe de produção, o programa vai ao ar no próximo domingo.
Muniz ficou conhecido pelo personagem que criou satirizando Silvio Santos, Vieira ganhou prestígio por sua paródia do apresentador Gugu Liberato e, Alberto por sua caracterização de mendigo. O humorístico vem ganhando audiência cada vez mais expressiva nos finais de tarde de domingo na TV aberta brasileira.

30 mil por mês... no comments about this



Postado por Tati às 12:27




| quarta-feira, junho 01, 2005 |


E como acho o assunto controverso e de extrema relevância, me atrevo a publicar também aqui minha modesta opinião a respeito.

"Não era pra ser post, mas criou muita polêmica e fiquei de saco cheio de ficar deixando comments enooormes (definitivamente, a paciência não é uma das minhas maiores virtudes). Além de tudo q já disse nos comments, tenho a acrescentar que:

1 - Eu acredito na fidelidade. Não pelo conceito atrelado à obrigatoriedade, mas sim qdo 'estou satisfeito/a emocial e sexualmente, estou feliz, portanto não estou com vontade de estar com outra pessoa nesse momento'. Se aparecer alguém q me interessa, certamente o q me chamará a atenção neste 'ser' deve ser algo que não vejo/tenho no outro. Simples assim... Portanto, se estás numa fase TIM MAIA (não quero dinheiro compromisso, eu só quero amar...) q tal deixar claro?

2 - Eu acho legal as coisas acontecerem a seu tempo. Pelo q entendi Pedro não preteriu Bruna, uma vez q não escolheu namorar a outra (lembremos q escolher algo implica em abdicar do resto). Bruna se precipitou, pq: Pedro pode ter achado a outra uma chata, Pedro pode ter visto q ficar com Bruna é muito mais legal, etc etc etc. Agora, se Bruna não está se sentindo confortável, ok. Ela tem todo o direito de tirar o time de campo tb, ora bolas! E q se foda o Pedro, q descobriu o qto ele prefere estar com Bruna justamente qdo Bruna não tava mais afim de jogo. Não nestas bases.

A vida é muito parecida com uma 'carteira de investimentos'. Você investe com baixo/alto risco e baixa/alta rentabilidade, mas vc faz isso pq EXISTE A POSSIBILIDADE DE VC GANHAR! Ninguém vai investir, sendo o risco alto ou baixo, se tiverem certeza de que não haverá rentabilidade NENHUMA. (não roubei de ninguém, embora esteja numa fase citações, essa aí é minha mesmo! ;-) )

O grande barato é justamente o risco, a incerteza. Vc pode não ter certeza q vai dar certo, mas nunca pode ter CERTEZA q não dará. E nem q dará. Até pq vc pode morrer amanhã, e aí? BTW, não existem verdades absolutas.


Postado por Tati às 14:54