| Eu por mim |

Rio de Janeiro
35 anos
capricorniana
mãe do Jota
FELIZ
bem-resolvida




| É passado... |


Existe vida além da internet
The day after
O óbvio
Fatos virtuais de uma realidade surreal
O tempo É meu amigo!
Da série: Rir pra não chorar
Um recadinho...
A parte II subiu no telhado...
Alguma coisa acontece no meu coração...
Já chegou a primavera, Mas não vejo as flores. Não...


| Arquivos |


Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Julho 2006
Outubro 2006
Novembro 2009
Dezembro 2009


| Tô aqui também |

Reunião de Blogs
Metendo o Pau!


| Tops |

Aposentados
Bobby Bishop
Cafajeste (quase) Arrependido
Doutores da Alegria
Maldita Honey
Malvados
MusicalMente
Neurons & Shits
O que me define?
Pensar Enlouquece
Ponto Cego
Porta Curtas
Queer Closet
Quem no cosmos?
Se minha cama falasse...
Sopa de Letrinhas
Vai Chegando
ZeroK Begins





| A música do momento |


Ronald is Assassin
Search the Key

Fuck your health, fuck your body
Your life for me is not nothing
I want to vitiate you with my food

Come to hell with me
I love see you so heavy
Don’t see me like assassin
I am Ronald Mc`Donald and
I am just making my job

Please, come eat my delicious potato
Please, come eat my delicious hamburger
Yeah! Listen-me! Don’t eat on Bob`s!

Ronald is assassin
I love see you eat my food
Ronald is assassin
Come to hell with me
Assassin, assassin, assassin…

| Estatística |




on line



| Créditos |


Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Bravenet.com

LAYOUT BY CAFA ARREPENDIDO


Layout melhor visualizado em 800 X 600 pixels e I.E. 5 ou superior.



| sexta-feira, julho 07, 2006 |


Descobertas

Descobri que não se aprender a viver com ninguém antes de se aprender a viver consigo mesmo, e que na maioria das vezes a busca pela companhia de outrem é apenas porque você não aprendeu a apreciar a sua.
Descobri que o céu sempre abre mais azul depois de uma noite de tempestade.
Descobri que não se pode tentar transformar o amor num conceito.
Descobri que quando você é feliz você deseja que tudo e TODOS à sua volta, sem exceção, também o sejam.
Descobri que chorar é uma delícia ("quando você está experimentando uma coisa tão forte que seu corpo não consegue conter")
Descobri que o importante é estar de bem consigo mesmo, e o resto vem a reboque (confesso que essa alguém 'me contou'. Tks L)
Descobri que é possível e é GOSTOSO ser feliz.
Descobri que valorizar o conteúdo não significa necessariamente ignorar a forma, e vice-versa. E que uma coisa não exclui a outra, que tudo se completa, está interligado, num grande balé cósmico.
Descobri que realização profissional dá um tesão danado.
Descobri Maroon5, Damien Rice e Goo Goo Dolls.
Descobri que quando menos se espera tudo vem, e que uma coisa que começa ruim pode acabar bem sim.
E que nada pode ter força suficiente pra te manter preso no chão, when you float like a cannonball.

Porque no final tudo sempre acaba bem. E se ainda não está bem, é por ainda não está no final.

Eu estou vivendo a melhor época da minha vida.


Postado por Tati às 03:35