| Eu por mim |

Rio de Janeiro
35 anos
capricorniana
mãe do Jota
FELIZ
bem-resolvida




| É passado... |


Celebridade BON
A Volta dos Sentidos Verdadeiros
O dia mais importante
Post Verdade
Faxina
Um pedacinho de Victor Hugo
Frase do dia
It's over
Vapt Vupt
Muito obrigada, e até a volta!


| Arquivos |


Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Julho 2006
Outubro 2006
Novembro 2009
Dezembro 2009


| Tô aqui também |

Reunião de Blogs
Metendo o Pau!


| Tops |

Aposentados
Bobby Bishop
Cafajeste (quase) Arrependido
Doutores da Alegria
Maldita Honey
Malvados
MusicalMente
Neurons & Shits
O que me define?
Pensar Enlouquece
Ponto Cego
Porta Curtas
Queer Closet
Quem no cosmos?
Se minha cama falasse...
Sopa de Letrinhas
Vai Chegando
ZeroK Begins





| A música do momento |


Ronald is Assassin
Search the Key

Fuck your health, fuck your body
Your life for me is not nothing
I want to vitiate you with my food

Come to hell with me
I love see you so heavy
Don’t see me like assassin
I am Ronald Mc`Donald and
I am just making my job

Please, come eat my delicious potato
Please, come eat my delicious hamburger
Yeah! Listen-me! Don’t eat on Bob`s!

Ronald is assassin
I love see you eat my food
Ronald is assassin
Come to hell with me
Assassin, assassin, assassin…

| Estatística |




on line



| Créditos |


Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Bravenet.com

LAYOUT BY CAFA ARREPENDIDO


Layout melhor visualizado em 800 X 600 pixels e I.E. 5 ou superior.



| quinta-feira, março 24, 2005 |


Estou enroladíssima, mas depois de ler esse post, não pude evitar vir aqui fazer essa declaração:

De fato, os amigos que cultivei pela internet são tão queridos, tão queridos, e eu os sinto tão perto do meu coração.
E isso pra mim é perfeitamente normal. São pessoas com que tenho afinidade, carinho e que conheço SIM, e da melhor forma: de dentro pra fora. Porque o físico deixa de ter importância, e eu acho isso lindo. Não importa pra mim se a Docinho é vesga, se o Ânderson é barrigudo, se a Mon é gaga, se a Julie é torta, se a Sandraf manca, se o Coroa é careca, se a Lilly é descabelada, se a Lovely tem pé chato, se a Dani é torta, se o Nêmesis é narigudo.
E pra algumas pessoas do meu convívio isso é loucura! Como pode? Não sei. Não sei mesmo, mas acho que certas coisas não tem que ser explicadas, tem que ser SENTIDAS.

E eu sinto, de verdade, um infinito carinho por todos vocês.
Muito obrigada, sr. sejaláquemforqueinventouessamaravilhaqueéanet!
Beijos no coração


Postado por Tati às 12:10