| Eu por mim |

Rio de Janeiro
35 anos
capricorniana
mãe do Jota
FELIZ
bem-resolvida




| É passado... |


Um email
Ilustrando
Rapidinhas
Um Sapo Falante pra Começar o Dia
BackUp
Revanche
Desgraça pouca é bobagem
Às cegas
Pra desestressar
As 100 melhores Leis de Murphy (Parte III)


| Arquivos |


Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Julho 2006
Outubro 2006
Novembro 2009
Dezembro 2009


| Tô aqui também |

Reunião de Blogs
Metendo o Pau!


| Tops |

Aposentados
Bobby Bishop
Cafajeste (quase) Arrependido
Doutores da Alegria
Maldita Honey
Malvados
MusicalMente
Neurons & Shits
O que me define?
Pensar Enlouquece
Ponto Cego
Porta Curtas
Queer Closet
Quem no cosmos?
Se minha cama falasse...
Sopa de Letrinhas
Vai Chegando
ZeroK Begins





| A música do momento |


Ronald is Assassin
Search the Key

Fuck your health, fuck your body
Your life for me is not nothing
I want to vitiate you with my food

Come to hell with me
I love see you so heavy
Don’t see me like assassin
I am Ronald Mc`Donald and
I am just making my job

Please, come eat my delicious potato
Please, come eat my delicious hamburger
Yeah! Listen-me! Don’t eat on Bob`s!

Ronald is assassin
I love see you eat my food
Ronald is assassin
Come to hell with me
Assassin, assassin, assassin…

| Estatística |




on line



| Créditos |


Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Bravenet.com

LAYOUT BY CAFA ARREPENDIDO


Layout melhor visualizado em 800 X 600 pixels e I.E. 5 ou superior.



| segunda-feira, dezembro 20, 2004 |


Ingredientes

1 litro de ternura
1 litro de óleo concentrado de paciência
1 quilo de perdão em pó
1 litro de essência de amizade
2 litros de bom-humor
3 litros de extrato concentrado de solidariedade humana
1 litro de esperança
2 litros de tolerância
10 pitadas de sorrisos espontâneos
2 litros de essência de Amor Universal
1 folha de papel de carinho do seu tamanho.

Modo de Fazer: Misture o amor, o perdão e os sorrisos espontâneos, no caldeirão que se encontra no fundinho do seu coração. Passe os outros ingredientes por uma peneira bem grossa e adicione-os aos do caldeirão. Leve o caldeirão ao fogo alto da sua bondade, mexendo sempre, até alcançar o ponto de pasta cremosa. Deixe a pasta esfriar, até ficar morninha. Abra a folha de papel de carinho e besunte-a com a pasta. Deite-se sobre a folha de papel de carinho e enrole-se nela. Suspire bastante, profundamente. Relaxe. Pense em momentos alegres que fizeram com que você risse sonoramente. Pense naqueles outros que fizeram com que você se derretesse de ternura. Sinta o gosto de mel de abelhas simpáticas. Sinta o perfume das flores que você acha bem bonitas. Sinta a temperatura de uma noite de verão estrelada. Ouça a música alegre do rouxinol encantado. Mantenha o seu coração pleno de emoções boas. Aguarde mais ou menos meia-hora, até que a pasta cremosa e a folha de papel de carinho tenham sido completamente absorvidas.
Resultado: Depois de mais ou menos meia hora você perceberá que todas aquelas manchinhas que o(a) aborreciam em relação ao próximo, ao bem-conviver no Planeta terão desaparecido. Caso uma ou outra persista, repita a receita e elas cederão, desaparecendo por completo.

Pescado daqui

As pessoas vem e vão...



Postado por Tati às 14:24