| Eu por mim |

Rio de Janeiro
35 anos
capricorniana
mãe do Jota
FELIZ
bem-resolvida




| É passado... |


Eu odeio a Kopenhagen
A Ilha das Flores
O que merece nossa atenção?
A Revolução Sexual do nosso tempo
Pra pensar...
Dia do Amante
Ódio!
O reverso da moeda
Se eu disse, tá dito!
Teste de Fidelidade


| Arquivos |


Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Julho 2006
Outubro 2006
Novembro 2009
Dezembro 2009


| Tô aqui também |

Reunião de Blogs
Metendo o Pau!


| Tops |

Aposentados
Bobby Bishop
Cafajeste (quase) Arrependido
Doutores da Alegria
Maldita Honey
Malvados
MusicalMente
Neurons & Shits
O que me define?
Pensar Enlouquece
Ponto Cego
Porta Curtas
Queer Closet
Quem no cosmos?
Se minha cama falasse...
Sopa de Letrinhas
Vai Chegando
ZeroK Begins





| A música do momento |


Ronald is Assassin
Search the Key

Fuck your health, fuck your body
Your life for me is not nothing
I want to vitiate you with my food

Come to hell with me
I love see you so heavy
Don’t see me like assassin
I am Ronald Mc`Donald and
I am just making my job

Please, come eat my delicious potato
Please, come eat my delicious hamburger
Yeah! Listen-me! Don’t eat on Bob`s!

Ronald is assassin
I love see you eat my food
Ronald is assassin
Come to hell with me
Assassin, assassin, assassin…

| Estatística |




on line



| Créditos |


Powered by Blogger

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Bravenet.com

LAYOUT BY CAFA ARREPENDIDO


Layout melhor visualizado em 800 X 600 pixels e I.E. 5 ou superior.



| segunda-feira, outubro 11, 2004 |


"A humanidade está perdendo seus maiores gênios... Einstein morreu, Aristóteles faleceu, Newton bateu as botas, e eu não tô passando muito bem hoje."

Recebi isso por email, e achei engraçado. Talvez justo porque eu realmente não estou muito "eu" hoje.

Eu sei que o título deste post dá ensejo àquela do Cazuza, mas eu tô mais pra do Zeca Baleiro...

Flor Da Pele
Zeca Baleiro

Ando tão à flor da pele,
Que qualquer beijo
de novela me faz chorar,
Ando tão à flor da pele,
Que teu olhar flor na
janela me faz morrer,
Ando tão à flor da pele,
Que meu desejo se confunde
com a vontade de não ser,
Ando tão à flor da pele,
Que a minha pele tem o
fogo do juízo final.
Um barco sem porto,
Sem rumo,
Sem vela,
Cavalo
sem sela,
Um bicho solto,
Um cão sem dono,
Um menino,
Um
bandido,
Às vezes me preservo noutras suicido.
Às vezes me preservo
noutras suicido.
Oh sim eu estou tão cansado,
Mas não pra dizer,
Que
não acredito mais em você
...Eu não preciso de muito dinheiro graças a
deus
...Mas vou tomar aquele velho navio,
Aquele velho navio..
Um barco
sem porto,
Sem rumo,
Sem vela,
Cavalo sem sela,
Um bicho
solto,
Um cão sem dono,
Um menino,
Um bandido,
Às vezes me preservo
noutras suicido.

Acho que eu preciso de um médico, ou de um namorado. Ou os dois.


Postado por Tati às 12:02